sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Uma descoberta em duas partes


não sei se é por teimosia ou medo
que cismo em dar as costas pro futuro
e me encarar feia, feito uma adoração à penitência
como se isto me fosse uma gloriosa e justa salvação:
a iluminada liberdade do pecador.

mas acontece
que eu descobri
como se fosse proibido, eu descobri

que assim é fácil.


e aí
desta vez eu não briguei comigo.


Sem maus tratos, posso me ouvir
sabe, descobri um lugar lindo
- pois é, em mim há lugares assim também -
tranquilo, suave, leve
( porém não menos vívido )
e nele ponho-me a trabalhar o que ainda não sei
sem pressa de entender
meu futuro não me espera
ando com fome, porém não insaciável
tentar engolir o mundo é devastador
- já não preciso lidar com esta frustração
então, um pouquinho de mim a cada gole
eis aqui meu gosto
quanta propriedade se precisa para usar "meu"?
não serei dona de mim - não quero
mas trabalho para me olhar
e então

olhar para frente.


-

9 comentários:

Marco Aurélio disse...

Muito tempo tive que esperar
por algo que já parecia abandonado
então pensei 'agora vou olhar'
e então vi novo poema postado

e agora estou a pensar
não consigo, meu deus
em qual rima usar
pra dizer: que a próxima poesia da Juliana não demore tanto

ah, tentei...

CorVo disse...

Não me canso de dizer que vc é artista mais completas revelada nos últimos anos. Tem conteúdo, é linda, humilde, simpatica. Tá sempre antenada com o que acontece e ainda é Flamenguista! De você vale a pena ser fã! Sobre a poesia nem tem o que comentar, linda! Tô sempre te acomanhando, sucesso na sua carreira cada dia mais! Vou assistir Malu de bicicleta quando chegar aqui nos cinemas,
Beijos

Dudu disse...

Fantástica Juliana Lohmann, muito bom seu blogger, continua tabalhando na Record e bom trabalho nessa Minisérie que acabara de passar, Sanção e Dalila!
Acabei também de ad em seu face:
Att: Dudu
http://www.facebook.com/home.php#!/profile.php?id=100000702720746

Um grande bj

Xandy Britto disse...

Lindo o que encontro aqui, como sempre. Agora me diga, porque mudou a cor das letras? Escureceu por quê? A menina poeta quer se esconder do mundo e se esconde também nas cores das letras que põe em seu blog???

Opa! Mude isso! Clareie a letra e nos deixe ler tranquilamente estas poesias.

Outra coisa, pra que exigir que a gente coloque "verificação de palavras"??? Tira isso!

Sabe qual a palavra que veio agora pra mim? Chuta!

.
.
.
.
.
.
. BACCO . E é sério. rs

Bjokas,

XB

Cristiano Paes disse...

Vc tem muitas qualidades mas tem um defeito...É Flamenguista.

Le Savoldi disse...

Não somos de nós mesmos e sim do Criador, Ele nos cuida e torna tudo mais leve... Por isso não precisamos nos preocupar com o futuro, basta-nos o presente. Sim, a paciência é nossa melhor amiga.

É isso aí.
Belo poema, estrela amada!

Beijos da flor.

Anônimo disse...

linda, to apaixonado por vocÊ kkk

Ass: @Leoscfc

Imperfeitos disse...

Linda á poesia.

Anônimo disse...

Incrível, continue seguindo em frente, pois uma estrela sempre brilha e um talento nunca acaba, entretanto tudo na vida há de valer e nunca perder tempo, para que tudo dê certo na carreira seja qual for.